sexta-feira , 18 outubro 2019

Tour de France chega a 106ª edição com popularidade no Brasil e no mundo

Os meses de junho e julho são os auges das principais competições de ciclismo na Europa. Neste ano, além do Giro d’Itália, é novamente o Tour de France que ganha as principais manchetes dos jornais. Apesar de não contar com nenhum brasileiro na disputa, a competição é uma das mais assistidas no país. A 106ª edição do torneio vai passar por algumas cidades da Bélgica, além de atravessar boa parte do território francês.

Serão 3,460 km percorridos pelos maiores ciclistas do mundo, com a partida marcada para acontecer no dia 6 de julho em Bruxelas, na Bélgica. Os atletas vão passar por 21 etapas, com características e diferentes inclinações. A chegada, no dia 28 de julho, vai acontecer em Paris, na tradicional avenida de Champs-Élysées. O roteiro foi confirmado pela União Ciclística Internacional no final do ano passado, logo após o término da mais recente edição do Tour.

A disputa pela camisa amarela, e o título de campeão do Tour, deve ficar entre os três principais ciclistas do momento. As dicas de apostas para hoje colocam Chris Froome, Geraint Thomas e Tom Dumoulin como os principais concorrentes. Será a disputa entre os dois britânicos da Team Ineos contra o holandês da Team Sunweb. As duas principais equipes da categoria.

Sem brasileiros na disputa, a América do Sul pode ser representada pelo colombiano Nairo Quintana. Apesar da falta de resultado positivos na temporada, o ciclista tem experiência na prova e já conseguiu bons resultados no passado. Ele é um dos poucos sul-americanos que já teve destaque no Tour. Em 2013, ele terminou a edição com a camisa de bolinhas, que premia o melhor atleta nas etapas de montanha da competição.

Tour no Brasil

Neste ano, os ciclistas brasileiros vão ter uma oportunidade de competirem em uma prova organizada pelo Tour de France. A 5ª edição da L’Étape Brasil by Le Tour de France foi confirmada para acontecer nos dias 27 a 29 de setembro, em Campos do Jordão. A prova já é tradicional no estado de São Paulo e é uma forma de promover o ciclismo brasileiro, e também dar maior evidência aos atletas profissionais.

 

O circuito e todos os maiores detalhes da corrida serão anunciados mais próximas do mês de disputa. No entanto, é confirmado que o evento será gratuito e é possível se inscrever pela internet. Uma das únicas exigências é que o atleta, amador ou profissional, seja maior de 18 anos. A ideia é justamente dar espaço para todo o tipo de amante do ciclismo, e não apenas a competição pela vitória.

Enquanto isso, os olhos estarão voltados para o mês de julho e o Tour de France. Assim como foi em 2018, é esperado que a prova conte com bastante equilíbrio na disputa. Os três favoritos para esta edição podem ser surpreendidos por outros bons nomes, como Primoz Roglic e Richie Porte. Porém, será preciso esperar até o início do torneio para descobrir. O ciclismo só tem a ganhar com as boas disputas que acontecem no calendário europeu nesta temporada.

Mais do SFn