quarta-feira , 18 outubro 2017

Trabalhadores ficam à deriva após problema em bote de regaste da plataforma P-54 Esse foi o quarto acidente registrado nos últimos dias na Bacia de Campos. Em um deles, três trabalhadores morreram

Esse foi o quarto acidente registrado nos últimos dias na Bacia de Campos. Em um deles, três trabalhadores morreram

Foto: divulgação

Cinco trabalhadores ficaram a deriva, após terem problemas com o bote de resgate da P-54, durante um teste, nesta segunda-feira (12/06). A embarcação de resgate foi acionada por volta das 10h para socorrer os tripulantes, que ficaram mais de duas horas a deriva e só retornaram para a plataforma às 13h.

Segundo informações, durante a manobra de reatracagem, devido a posição do bote em relação ao vento e à maré, o bote foi jogado contra a plataforma, causando problemas na sua estrutura. Além da água que começou a entrar na embarcação o motor parou de funcionar. Trabalhadores que estavam na plataforma chegaram a jogar uma balsa inflável, que não tinha nenhum mantimento, e não foi o suficiente para garantir a segurança dos trabalhadores.

Inicialmente o barco de apoio estava rebocando o bote e a balsa, mas para agilizar o resgate eles passaram os tripulantes para dentro do barco e deixaram o bote e a balsa para serem resgatados depois. O bote foi levado para a outra plataforma e agora a P-54 está apenas com um barco de apoio para os resgates.

Apesar de sem feridos, o caso é considerado de alto risco, pois o fato tinha grande potencial para causar danos físicos nos tripulantes, além disso, o caso deixa danos psicológicos nos envolvidos.

Esse foi o quarto acidente registrado nos últimos dias em plataformas da Bacia de Campos. Em um deles, o mais grave, três trabalhadores morreram após uma explosão. Eles foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos.

Baixe agora o aplicativo do SFn no seu celular!https://goo.gl/w4WvaY.


Mais do SFn

SFn