terça-feira , 22 outubro 2019
Foto: Celso Pupo/FotoArena/Estadão conteúdo

Tragédia: Incêndio em hospital no Rio deixa 10 mortos Segundo a direção do hospital, um curto-circuito no gerador teria provocado o incêndio

Segundo a direção do hospital, um curto-circuito no gerador teria provocado o incêndio

Fotos: reprodução das redes sociais

Mais uma tragédia no Rio de Janeiro. Pelo menos dez pessoas morreram em um incêndio de grandes proporções que atingiu o Hospital Badim, no Maracanã, na zona norte da capital fluminense. O fogo começou por volta das 18h30 em um dos prédios da unidade, e a fumaça gerada pelas chamas se espalhou em todos os andares. Havia 103 pacientes internados no hospital quando o incêndio começou, além de 224 funcionários que estavam trabalhando. Os pacientes foram retirados do prédio pelos funcionários que improvisaram um hospital no meio da Rua São Francisco Xavier, uma das mais movimentadas da zona norte, com colchonetes e lençóis. Familiares de pacientes que estavam na unidade e acompanhantes também ajudaram na retirada. 

Em seguida, os pacientes foram transferidos para os hospitais Israelita Albert Sabin, Municipal Souza Aguiar, Copa Dor, Quinta Dor, Norte Dor, Caxias Dor e São Vicente de Paulo. Uma mulher despencou do terceiro andar do hospital ao tentar usar lençóis amarrados um no outro para tentar escapar do incêndio. Ela estava de acompanhante de uma idosa. A mulher teve fraturas nos dois tornozelos e vai passar por uma cirurgia. Em seu perfil em uma rede social o hospital disse que; “ao que tudo indica, um curto-circuito no gerador do prédio 1 do hospital provocou um incêndio, espalhando fumaça para todos os andares do prédio antigo. A direção e a equipe do Hospital Badim estão empenhadas em prestar os devidos socorros necessários aos pacientes”. 

A Secretaria de Estado de Saúde informou que auxiliou na retirada de pacientes. “Ao todo, 15 ambulâncias dos hospitais Getúlio Vargas, Carlos Chagas, Adão Pereira Nunes e de diversas UPAs do estado foram enviadas ao local. Unidades hospitalares do estado também disponibilizaram leitos para pacientes feridos do local. Além das ambulâncias, o Iaserj, que fica a poucos metros do local do incêndio, recebeu pacientes da unidade, que foram estabilizados e transferidos para outras unidades”, diz a nota divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde. Várias viaturas do Corpo de Bombeiros também foram enviadas ao hospital.

Mais do SFn