Três pessoas são detidas por boca de urna durante escolha para prefeito, em Aperibé Os moradores do município escolheram Vandelar Dias como novo prefeito, com 52,69% dos votos válidos, 3.782 ao todo

Os moradores do município escolheram Vandelar Dias como novo prefeito, com 52,69% dos votos válidos, 3.782 ao todo

Foto: SF Notícias

Três pessoas foram detidas por suspeita de boca de urna durante este domingo em Aperibé, no Noroeste Fluminense. Além de votarem para governador e presidente, os eleitores também votaram para prefeito em uma eleição suplementar.

Segundo o delegado titular da 136ª Delegacia Legal de Santo Antônio de Pádua, Ronaldo Cavalcante, os três foram autuados por crime eleitoral. Segundo a Justiça Eleitoral, tirando as detenções, a eleição transcorreu normalmente em Aperibé.

Os moradores do município escolheram Vandelar Dias como novo prefeito, com 52,69% dos votos válidos, 3.782 ao todo.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral, cerca de 7.483 eleitores compareceram às urnas, sendo que 48 votaram em branco e 257 anularam os votos.

Vandelar – junto ao seu vice Rodolfo – vai completar o mandato de seu antecessor com exercício até 31 de dezembro de 2020. O ex-prefeito Flávio Diniz Berriel (PP), conhecido como Dezoito teve – junto ao vice Ronald de Cássio – o diploma cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral, acusados de compra de votos e abuso de poder econômico.


Mais do SFn