sexta-feira , 16 novembro 2018

UEFA escolhe a Alemanha para sediar a EURO 2024

A Alemanha conseguiu vencer a Turquia e será o país sede da Euro 2024. Em votação folgada, a UEFA anunciou que o país quatro vezes campeão mundial desbancou a rival e será o responsável pelo torneio. Faltando quase seis anos ainda para a disputa, as seleções europeias focam e se preparam ainda para a Euro 2020, que acontecerá em 12 países diferentes do continente europeu.

O atual presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, deu o resultado da votação em setembro deste ano. A Alemanha venceu com 12 votos contra apenas quatro da Turquia, que lamentou a derrota. O ministro do país derrotado comentou que estava pronto para realizar um torneio diferente, e quem perde com o resultado é apenas a entidade. Com isso, o sonho da Turquia de sediar uma Euro deve ser adiado para 2028, quando poderá ter a concorrência da Inglaterra e da Itália.

Com a vitória, a Alemanha já começam as preparações para o torneio. O país, que já foi sede em 1988, vai contar com 10 estádios em cidades diferentes. Berlim, Munique, Dortmund, Gelsenkirchen, Stuttgart, Hamburgo, Dusseldorf, Colônia, Leipzig e Frankfurt são as cidades alemãs que devem receber as disputas, caso se confirme o plano alemão.

Anfitriã da Copa do Mundo de 2006, a Alemanha deve utilizar boa parte da estrutura ainda para o torneio de 2024. Na época do Mundial, o país foi sede de uma festa marcante, mas que acabou com um resultado não positivo para o time em campo. A Itália eliminou a seleção alemã na semifinal e se tornou campeã diante da França, no famoso episódio da cabeçada de Zinedine Zidane no zagueiro Marco Materazzi.

 

Euro 2020 e Liga das Nações são prioridades

Com a edição alemã do torneio ainda longe, as seleções europeias se concentram na classificação para a Euro 2020. As equipes estão na disputa da primeira edição da Liga das Nações, que vai servir de qualificação para o principal torneio da Europa de seleções. A competição é uma inovação da UEFA e é disputada por 55 seleções, sendo elas separadas em três divisões: A, B e C.

Na divisão da elite, estão as principais seleções do continente, e mais bem ranqueadas pela FIFA e UEFA. Divididas em quatro grupos de três equipes, elas disputam rodadas de ida e volta e apenas o líder de cada grupo consegue se classificar para a semifinal. Quem avançar nesta próxima etapa estará, automaticamente, já garantido na Euro 2020. No entanto, o torneio também terá uma final e premiação ao campeão.

a Euro 2020 será especial por contar não com um país sede, mas sim 12 países organizadores. Inglaterra, Alemanha, Itália, Azerbaijão, Rússia, Romênia, Holanda, Irlanda, Espanha, Hungria, Escócia e Dinamarca serão os responsáveis pela organização das partidas. A final deve ser disputada no Estádio Wembley, em Londres.

França, Alemanha e Espanha disputam favoritismo para 2020

Atual campeã da Copa do Mundo, que parou todo o Brasil, a França vive um dos melhores momento no futebol mundial e é franca favorita para o título da próxima Euro. A equipe de Paul Pogba e Kylian Mbappé, jogadores em boa fase no futebol mundial, parece cada vez mais próxima de conquistar tudo que estiver pelo caminho. Segundo o site da Betway, no dia 28 de setembro a equipe é a principal candidata ao título e tem cerca de 20% para sair com o caneco em 2020. A Espanha busca se restabelecer como time, após realizar uma Copa do Mundo conturbada e de pouco futebol. Trocando de técnico dias antes da estreia, a equipe não impressionou e foi eliminada pelo Uruguai. Atualmente comandada por Luis Enrique, o time busca uma reestruturação completa para voltar a brilhar como na Copa de 2012.

Se fora dos gramados conseguiu ganhar a chance de sediar uma Euro, a Alemanha precisa reencontrar o bom futebol para confirmar o favoritismo que tem junto com França e Espanha para a próxima Euro. Após uma Copa do Mundo terrível, quando foi eliminada ainda na fase de grupos, a equipe de Joachim Low precisa recuperar a moral perdida durante o torneio e continuar uma renovação dos convocados na seleção.

A atenção na Euro 2020 vale muito para o Brasil. Além das três seleções favoritas citadas, outros bons times europeus, como Bélgica e Inglaterra, estarão medindo força e mostrando todo potencial. A equipe de Tite, que foi eliminada após chegar nas quartas de final da Copa do Mundo na Rússia, precisa ficar atenta para não repetir os mesmos erros e chegar na Copa de 2022 com tudo preparado para enfrentar as seleções europeias.


Mais do SFn