terça-feira , 11 dezembro 2018

Livros didáticos jogados fora em São Fidélis chamam a atenção de moradores

Fotos: Matheus Almeida
Fotos: Matheus Almeida

Uma cena incomum chamou a atenção de quem passava pela Rua Dom Antônio de Castro, no centro de São Fidélis na tarde desta terça-feira (28). Vários livros escolares, novos e seminovos, foram jogados fora próximos à antiga estação ferroviária. Uma cena triste de ser vista.

O SF Notícias foi até o local após um leitor ligar para a nossa redação informando a situação. Nossa reportagem encontrou livros de diversos níveis escolares, sendo que vários deles, nunca haviam sido usados.

Um funcionário de uma escola próxima ao local do ocorrido informou que viu uma carroça jogando os livros  ali.

Também conversamos com moradores vizinhos, mas todos disseram que não viram o momento em que os livros foram jogados, mas aproveitaram a presença de nossa equipe, para reclamar que o local virou um depósito de entulho, e que diversas pessoas, inclusive de outros bairros, jogam lixo naquela área. Mas, essa foi a primeira vez que livros foram jogados naquele ponto.

“Estamos indignados, pois esses livros poderiam ser reaproveitados”, disseram os moradores.

Em alguns livros foi encontrado o selo da “Creche-Escola Arca de Noé”, uma escola particular que encerrou suas atividades no ano passado.

Nossa redação entrou em contato com a administração da Igreja Nova Aliança que era a responsável pela escola. Conversamos por telefone com o Sr Victor Palmares, e segundo ele, os livros eram realmente da escola e foram descartados, pois não poderiam ser reutilizados por serem livros que as editoras deixam na escola de amostra e são para professores.

“Com o encerramento das atividades da escola, conseguimos doar muitos livros, mas aqueles não poderiam ser doados, pois não tinham utilidade.” Disse Victor.

Sobre o local onde os livros foram jogados, o mesmo informou que contratou um “Carroceiro” para fazer a retirada do material e foi informado pelo mesmo que os livros seriam colocados em um local onde seriam recolhidos pela empresa responsável pela limpeza da cidade. “Não foi passado pra mim o local exato aonde iam ser jogados, mas o mesmo me informou que sempre joga tudo no mesmo local e que é de costume usar sempre o mesmo espaço.”

livros3


Mais do SFn