sábado , 10 dezembro 2016
vazamneto em barragem

Vazamento de rejeito de mineração é contido no Rio Paraíba do Sul

barragem paraíba
Fotos: Tv Vanguarda

Foi contido na tarde de ontem o vazamento em uma barragem que havia se rompido às margens do Rio Paraíba do Sul, no município de Jacareí, na região do Vale do Paraíba, em São Paulo.

A barragem estava sendo usada de forma irregular pela mineradora Rolando Comércio de Areia, que depositava rejeitos de mineração de areia no local, que pertence a uma outra mineradora que está com suas atividades paralisadas, em processo de renovação de licença.

A barragem da lagoa de rejeitos havia se rompido na manhã de sexta-feira(05). Ainda não se sabe a quantidade de resíduos que foram lançados no Rio Paraíba do Sul. Após o vazamento, o abastecimento de água foi interrompido no município de São José dos Campos, onde aproximadamente 500 mil pessoas estão sem água tratada até o momento. O fornecimento deve ser normalizado ainda hoje.

Em nota oficial divulgada em seu site, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) informou que concluiu parte da análise da água coletada após o rompimento.

Além de alterações na turbidez, a varredura de metais mostrou a presença de alumínio e ferro acima dos valores de referência de qualidade da água estabelecidos pelo CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente). O resultado está dentro do esperado, dadas as características do solo da região, propício ao acúmulo de ferro e alumínio. Nas concentrações encontradas, os dois metais não oferecem riscos à fauna aquática e à saúde humana.

Foram coletadas amostras de água em pontos à montante (antes) e à jusante (adiante) do local do rompimento, bem como no próprio local do rompimento. As amostras ainda serão analisadas quanto à presença de sólidos em suspensão. As três varreduras: turbidez, metais e sólidos, são parte do protocolo da CETESB para análises da qualidade da água em casos como este.

rompimento barragem 1

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *