Veja o vídeo: Temporal provoca alagamentos, quedas de árvores e mortes; Rio entra em estágio de crise Rajadas de vento de até 110km/h foram registradas em Copacabana, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Um homem e vários carros foram arrastados

Rajadas de vento de até 110km/h foram registradas em Copacabana, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Um homem e vários carros foram arrastados

Pelo menos cinco pessoas morreram (oficialmente) em decorrência do temporal que atingiu o município do Rio de Janeiro. A cidade chegou a entrar em estágio de crise às 22h15, e a prefeitura pediu para que os moradores não saíssem de casa. Rajadas de vento de até 110km/h, foram registradas em Copacabana, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

continua após a foto

Devido áreas de instabilidade com intensidade forte a muito forte atuam desde o início desta noite e permanecem atuando, principalmente nas regiões das zonas sul e oeste da cidade do Rio de Janeiro. A previsão para as próximas horas é de chuva forte a muito forte na cidade“, alertou o Centro de Operações.

Sirenes de alerta foram acionadas em áreas de risco, como nas comunidades da Rocinha e Sítio Pai João. Segundo a Defesa Civil, em alguns pontos do Rio choveu o que era esperado para todo mês em apenas quatro horas. O órgão disse ainda que das 19h às 23h44, recebeu 80 chamados para vistoria em decorrência das chuvas em vários bairros. Entre as principais demandas estão desabamentos de estrutura, ameaças de desabamento, rachaduras e infiltração em imóveis, e deslizamento de encosta.

Moradores usaram as redes sociais para publicar fotos e vídeos que mostram os estragos provocados pelo temporal. Em um dos vídeos é possível ver um homem sendo arrastado pela força da água  na Rocinha. Carros de moradores também foram arrastados, assim como viaturas da polícia.

continua após o vídeo

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) publicou três alertas de chuvas intensas para a cidade do Rio de Janeiro e municípios da Baixada Litorânea, Região Metropolitana Costa Verde e Médio Paraíba. O órgão havia alertado para chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h), risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. Os alertas são válidos até ás 11h da manhã desta quinta-feira (07). 

Importantes vias como o Túnel Zuzu Angel e a Estrada Grajaú- Jacarepaguá ficaram interditadas por horas. A Prefeitura do Rio informou que foram registradas mais de 60 quedas de árvores. A água invadiu casas, estabelecimentos comerciais e até um hotel.

Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199; Somente se desloque em caso de extrema necessidade; Evite andar ou dirigir em ruas alagadas; Em pontos de alagamento, evite contato direto com postes ou equipamentos que possam estar energizados“, postou o Centro de Operações.


Mais do SFn