segunda-feira , 25 setembro 2017

Vereador, esposa e filhos são mantidos em cárcere privado em São José de Ubá Residência do vereador foi invadida por dois homens encapuzados

Residência do vereador foi invadida por dois homens encapuzados

O  vereador Carlos Roberto Coelho Marinho, sua esposa e os dois filhos foram mantidos em cárcere privado durante a noite de quarta-feira (02/08). Segundo ele, dois homens encapuzados invadiram sua residência na zona rural de São José de Ubá, no Noroeste Fluminense.

Os bandidos fizeram ameaças e falaram sobre assuntos relacionados a política do pacato município. O vereador é um dos maiores produtores de tomate do município. Ante de fugirem, os criminosos trancaram o vereador, sua esposa e seus dois filhos no banheiro.

Em nota, a Câmara de Vereadores do município informou que lamenta o acontecido e que está tomando todas as providências necessárias para a elucidação do fato e identificação dos criminosos.

“A postura da Câmara Municipal será de total apoio ao Vereador Beto Marinho e a sua família, por se tratar de crime político, que transcende a individualidade do Vereador, atingindo o Estado de Direito e o Regime Democrático, uma vez que a principal vítima, o Vereador Beto Marinho, é um legítimo representante do povo, na condição de Vereador eleito e diplomado do Município de São José de Ubá”, diz a nota

O caso também foi levado a Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Segurança Pública do Estado.


Mais do SFn

SFn