sexta-feira , 15 novembro 2019

Vereador protocola pedido de cassação contra prefeito de Cantagalo A representação, segundo o parlamentar, se deu pela 'quebra de decoro' em um evento da Prefeitura no último sábado, no qual o prefeito proferiu palavras de baixo calão

A representação, segundo o parlamentar, se deu pela 'quebra de decoro' em um evento da Prefeitura no último sábado, no qual o prefeito proferiu palavras de baixo calão

Fotos: Reprodução

O vereador do município de Cantagalo, na Região Serrana do Rio, Ciro Fernandes (PHS), protocolou um pedido de cassação do prefeito Joaquim Augusto de Paula, conhecido como “Guga”. A representação, de acordo com o parlamentar, se deu pela ‘quebra de decoro’ em um evento da Prefeitura no último sábado (24/08), no qual o prefeito proferiu palavra de baixo calão. Em um vídeo gravado durante o evento ‘Saudade não tem idade’, no distrito de Santa Rita da Floresta, após o público pedir para “soltar o som”, o prefeito, com a fala enrolada, se dirige a um munícipe dizendo: “Você abriu. Vai pra casa do …”. (Reveja AQUI).

“Foi protocolada uma REPRESENTAÇÃO POR PROCEDIMENTO INCOMPATÍVEL COM A DIGNIDADE E DECORO NO CARGO, na Câmara Municipal de Cantagalo” – publicou o vereador em seu perfil em uma rede social. No texto encaminhado ao presidente da Câmara, o vereador discorre: “O Prefeito deste município vem ao longo dos anos colecionando condutas incompatíveis com o decoro do cargo que lhe foi outorgado pelo povo, especialmente com aparições “cinemalescas” em eventos oficiais completamente embriagado e por enquanto esta Casa não tomou qualquer providência para impedir a repetição de tal ato”. 

No texto o vereador cita o artigo 4º, inciso X do Decreto 201/67: “São infrações político-administrativas dos Prefeitos Municipais sujeitas ao julgamento pela Câmara dos Vereadores e sancionadas com a cassação do mandato: X – proceder de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo. A admissibilidade da representação será lida e votada nesta quinta-feira (29/08) na Câmara Municipal. Esta não foi a primeira vez que o prefeito fala, aparentando estar alcoolizado, em um evento no distrito. Em maio de 2017, o vídeo em que ele faz um discurso visivelmente embriagado viralizou nas redes sociais. Reveja AQUI. O prefeito ainda não se pronunciou sobre o vídeo gravado no último sábado, nem sobre a representação protocolada pelo vereador.

Mais do SFn