quarta-feira , 23 agosto 2017

Vereadores devem votar nesta quarta-feira (30) proposta de parcelamento de dívidas da prefeitura com o fundo de Previdência A prefeitura de São Fidélis deve 18 milhões ao fundo e pede parcelamento e reparcelamento das dívidas

A prefeitura de São Fidélis deve 18 milhões ao fundo e pede parcelamento e reparcelamento das dívidas

Fotos: Kariny Maia / Arquivo
Fotos: Kariny Maia / Arquivo

Funcionários públicos e a população fidelense em geral, esperam que hoje na Câmara de Vereadores de São Fidélis seja votado 0 projeto de lei que pede o parcelamento e o reparcelamento de dívidas do município com o fundo previdenciário municipal. A proposta do atual governo é de reparcelar um antigo parcelamento dos anos de 2002 a 2008 e criar um novo parcelamento.

Ao todo, a dívida tem o valor de R$ 18.175.736,59 que seria dividida em 240 parcelas de R$ 60 mil e 60 parcelas de R$ 62 mil, O que daria 20 anos para a quitação do débito. Segundo o governo, a dívida foi contraída por culpa da crise financeira do país.

Representantes do Sindicato dos Servidores Municipais e do governo do prefeito Eleito Amarildo Alcântara, São contra a proposta de reparcelamento, alegando que caso seja aprovada a proposta, o fundo e os funcionários terão seus direitos de aposentadoria colocados em risco, já que a manobra enfraqueceria o fundo pelos próximos anos.

Já a prefeitura alega que caso a proposta não seja aprovada, não terá dinheiro para pagar o 13º dos funcionários.


Mais do SFn

SFn