Vídeo: Chuva provoca alagamentos, desabamentos de muros e queda de barreira em Itaperuna Nas últimas seis horas, o acumulado registrado no pluviômetro do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), instalado no bairro Aeroporto, já chega a 42.2 milímetros. Já no distrito de Raposo, o acumulado já chega a 30.8 milímetros

Nas últimas seis horas, o acumulado registrado no pluviômetro do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), instalado no bairro Aeroporto, já chega a 42.2 milímetros. Já no distrito de Raposo, o acumulado já chega a 30.8 milímetros

Imagens: redes sociais

Os institutos de meteorologia emitiram alertas para a possibilidade de chuvas intensas em cidades das regiões Norte e Noroeste Fluminense a partir desta quinta-feira (23/01). Segundo os alertas, transtornos podem ser gerados pelas chuvas previstas para a nossa região, entre eles, os alagamentos. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o risco é para chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, e ventos intensos (60-100 km/h). Em Itaperuna, nas últimas seis horas, o acumulado registrado no pluviômetro do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), instalado no bairro Aeroporto, já chega a 42.2.milímetros. Já no distrito de Raposo, o acumulado já chega a 30.8 milímetros. (continua após o vídeo)

Várias ruas da cidade ficaram alagadas, entre elas, a rua do Hospital São José do Avaí. Segundo o secretário de Defesa Civil da cidade, Fernando Paulada, a Defesa Civil está pedindo para que famílias que residem nas áreas de risco deixem as suas residências. O órgão ainda está fazendo um levantamento, mas pelo menos três famílias já estão desalojadas na cidade. Três muros desabaram entre esta quarta e quinta-feira; um no Morro do Cristo, um na Cehab e outro na Cidade Nova. O nível do Rio Muriaé subiu 40 centímetros nas ultimas horas. O secretário disse ainda que uma equipe do órgão está em deslocamento para a localidade de Córrego Seco, onde há relatos de transtornos causados pela chuva. Houve registro de queda de barreira na BR-356, no trecho que liga o município a Italva. A rodovia está parcialmente interditada.

Mais do SFn