Vídeo: DER-RJ diz que recapeamento da RJ-158, entre Cambuci e Itaocara, será retomado após período de tempo instável Obras começaram no final de outubro, e apenas um pequeno trecho foi recapeado no dia da visita do governador; buracos não param de surgir e crescer

Obras começaram no final de outubro, e apenas um pequeno trecho foi recapeado no dia da visita do governador; buracos não param de surgir e crescer

Fotos: SF Notícias

No final de outubro, com a presença do governador do estado Wilson Witzel, do vice-governador, Cláudio Castro, e do presidente do DER-RJ, Uruan Cintra de Andrade, em uma solenidade realizada em Itaocara, foram anunciadas as obras de recapeamento da RJ-158 entre Cambuci e Itaocara. No dia 31 daquele mês, durante a visita do governador, homens da empresa responsável pelo recapeamento chegaram a colocar uma nova camada de asfalto em um trecho, mas parou por aí. Segundo leitores do SF Notícias, de lá para cá, pouca coisa foi feita, e o número de buracos na rodovia só aumenta. (continua após o vídeo)

Há mais de 15 anos moradores e usuários da rodovia cobram do estado ações de recuperação da via, que foi abandonada pelos últimos governadores. As obras começaram no trevo de Itaocara e, segundo o DER-RJ, vão seguir até o trevo da ponte da Boia, já na chegada de Cambuci, um total de 18,5 quilômetros de recuperação. Em entrevista ao SF Notícias, Uruan Cintra disse que “é uma obra que deve durar entre dez e doze anos. Iremos fazer sempre a manutenção após a conclusão das obras. A estrada não pode ser abandonada. O grande erro talvez, no passado, tenha sido abandonar a estrada”. (continua após a publicidade)

Durante a visita de Wilson Witzel, a equipe do SF Notícias chegou a registrar homens trabalhando na rodovia, mas segundo os moradores, os trabalhos pararam. Em nota, o DER-RJ disse que o as obras de recapeamento da RJ-158, no trecho entre Itaocara e Cambuci, não foram paralisadas. “Devido às fortes chuvas que ocorrem na região, não é possível aplicar massa asfáltica no pavimento com o solo molhado ou umedecido. Tão logo o tempo firme, o DER voltará com os serviços de recapeamento. As máquinas estão estacionadas num terreno, na saída de Itaocara para Cambuci. E hoje, foram dar apoio à RJ-186, devido a quedas de barreiras e de árvores que interditaram a rodovia”.

Mais do SFn