Vídeo: Macaé cria barreiras sanitárias e faz desinfecção de locais públicos O município também fechou os estabelecimentos comerciais não essenciais, proibiu o acesso de turistas no Sana e criou um centro de triagem. A Prefeitura de Macaé também está fazendo uma “busca ativa", em estabelecimentos que estão abertos, por pessoas com sintomas que indicam a infecção do Covid-19

O município também fechou os estabelecimentos comerciais não essenciais, proibiu o acesso de turistas no Sana e criou um centro de triagem. A Prefeitura de Macaé também está fazendo uma “busca ativa", em estabelecimentos que estão abertos, por pessoas com sintomas que indicam a infecção do Covid-19

Fotos: Prefeitura de Macaé

Assim como muitas cidades estão fazendo, a Prefeitura de Macaé também criou as barreiras sanitárias. Elas começaram a funcionar nas primeiras horas desta segunda-feira (23) nos principais acessos de Macaé, com objetivo de reforçar o combate à disseminação do coronavírus. Equipes de agentes da Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde; Guardas da Secretaria Municipal de Ordem Pública e do Grupo de Apoio Operacional (GAOP) e agentes de trânsito, da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, atuam nas barreiras que foram montadas no Parque de Tubos, Cabiúnas e RJ-168, bem como no Aeroporto e na rodoviária. Estão sendo feitas abordagens a fim de verificar as condições epidemiológicas das pessoas que desejam acessar Macaé. Verificação de sintomas como tosse, coriza ou dificuldade para respirar, além de medição de temperatura e questionamentos quanto a movimentação/circulação/contatos nos últimos 14 dias, fazem parte do roteiro das equipes que atuam no front, que definem a conduta e o acompanhamento de acordo com cada caso. (continua após o vídeo)

A Prefeitura também passou a realizar o serviço de desinfecção nos espaços públicos de grande circulação. Nesta terça-feira (24) a Avenida Rui Barbosa recebeu jatos de água clorada, com objetivo de minimizar o risco de contaminação e proliferação do coronavírus. Na segunda-feira (23) o Centro de Triagem do Doente por Coronavírus e o Hospital Público Municipal (HPM) receberam o mesmo tratamento. As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) também receberão o serviço. Há três dias o município fechou centros comerciais e estabelecimentos do gênero e proibiu a entrada de turistas por 30 dias no distrito do Sana. A cidade também criou um Centro de Triagem do Doente por Coronavírus, para atendimento exclusivo a pacientes com quadro sugestivo da doença, no antigo Centro de Saúde Dr. Jorge Caldas. Uma das coordenadoras do Centro de Triagem, Ana Paula Dal-cin, orienta que qualquer pessoa com gripe ou resfriado deve permanecer em sua residência. Caso apresente falta de ar, tosse ou febre deve ir ao Centro de Triagem. A unidade disponibiliza médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, fisioterapeuta, recepcionista e auxiliar de serviços gerais (reveja AQUI). (continua após a publicidade)

A Prefeitura de Macaé também está fazendo uma “busca ativa”, em estabelecimentos que estão abertos, por pessoas com sintomas que indicam a infecção do Covid-19 (febre, tosse e dificuldade de respiração). Até domingo (29), todos os estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços deverão manter suspensas as atividades, de acordo com o decreto 039, exceto farmácias, mercados, postos de gasolina e unidades de saúde que atendem emergências. “Evitar o contágio do coronavírus é a única maneira de salvar a vida de todos nós. Precisamos reforçar a nossa proteção. Se cada um não fizer a sua parte, não haverá médicos, enfermeiros e leitos suficientes para oferecer o tratamento digno e necessário para todos nós”, disse o prefeito Dr. Aluizio.

Mais do SFn