Vídeo: Portal dos procurados pede ajuda para encontrar acusado de matar, esquartejar e enterrar corpo de Franciane De acordo com as investigações da Polícia Civil, Franciane era obrigada a comer fezes e assistir vídeos de Gutemberg fazendo sexo com outras mulheres

De acordo com as investigações da Polícia Civil, Franciane era obrigada a comer fezes e assistir vídeos de Gutemberg fazendo sexo com outras mulheres

O Portal dos Procurados divulgou na manhã desta quarta-feira, dia 13/11, o cartaz para ajudar com informações que levem a prisão de Gutemberg Xavier Alves, de 42 anos. Ele é acusado de matar e enterrar o corpo de Franciane Moizes Pedro, 27 anos, no quintal de sua casa, e dias depois desenterrar, esquartejar e levar os pedaços para uma área de difícil acesso já no município de Palma, em Minas Gerais. O SF Notícias divulgou o desaparecimento de Franciane. Naquela época a Polícia ainda a considerava desaparecida, mas após 42 dias, o corpo foi encontrado. Gutemberg já é considerado foragido da Justiça. Conhecida como “Buja”, Franciane é natural de Santo Antônio de Pádua, mas ao SF Notícias, familiares contaram que ela estava morando em Miracema há aproximadamente dois anos. (continua após a publicidade)

O crime chocou Miracema, região e repercutiu em todo o país. Franciane estava desaparecida desde o dia 13 de setembro e, os seus restos mortais foram encontrados no último dia 25, Nos últimos dias 22 e 24 a Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal, cumpriu mandados de busca e fez escavações na casa em que Franciane estava residindo com o ex-companheiro, no bairro Viradouro. Em uma dessas escavações os policiais encontraram, enterrados, panos que estavam com marcas de sangue e com mau cheiro. De acordo com as investigações da Polícia Civil, Franciane era obrigada a comer fezes e assistir vídeos de Gutemberg, que é soropositivo, fazendo sexo com outras mulheres. Os vídeos não foram encontrados pela distrital. (continua após a publicidade)

Segundo o Portal dos Procurados, ele mentiu para a vítima no início do relacionamento, mostrando um exame com o resultado negativo de HIV. No decorrer da relação, no entanto, ela descobriu que o exame era falso. Ainda segundo as investigações, depois da polícia desconfiar da participação de Gutemberg no desaparecimento de Franciane, ele a desenterrou, esquartejou e chamou um rapaz que possui transtorno mental, para sumir com as partes do corpo. Imagens de câmeras de segurança (vídeo abaixo) mostram Gutemberg deixando a casa, acompanhado desse homem com transtorno mental, que carregava uma sacola azul, onde estariam partes do corpo da vítima. Ainda segundo apontam as investigações da Polícia Civil, o homem foi enganado por Gutemberg. Ele pensou se tratar de um cachorro morto. Ainda de acordo com as investigações, quando Franciane ainda era dada como desaparecida, Gutemberg teria ido até uma agência de veículos em São Fidélis e vendido o carro para juntar dinheiro. De acordo com Drº Gésner Bruno, delegado responsável pelas investigações, pelo menos 20 depoimentos já foram colhidos. Depoimentos de testemunhas relataram que Gutemberg também obrigou Francine a fazer uma tatuagem com a frase: “Gutemberg, eu te amo”. (continua após a publicidade)

Em decisão exarada pela Justiça, a pedido da Autoridade Policial da 137ª DP -Delegado Titular Drº Gesner Bruno, foi expedido mandado de prisão, pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Miracema, pelo crime de Homicídio Qualificado. Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de Gutemberg Xavier, deve denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular do DD.

Mais do SFn