quarta-feira , 18 setembro 2019

Vigilância Sanitária de Macaé alerta população sobre falsos fiscais Segundo o órgão, alguns estabelecimentos estão recebendo ligações de supostos fiscais

Segundo o órgão, alguns estabelecimentos estão recebendo ligações de supostos fiscais

A Coordenadoria Especial de Vigilância Sanitária (Covisa) de Macaé alertou, nesta quinta-feira (10/01), aos moradores para falsos fiscais. Segundo o órgão, alguns estabelecimentos estão recebendo ligações de supostos fiscais.

“A Coordenadoria de Vigilância Sanitária volta a alertar que todas as inspeções sanitárias acontecem presencialmente. As equipes da Covisa se apresentam devidamente identificadas, com crachá e carteira funcional, não havendo qualquer tipo de ligação prévia informando a ação”, diz o alerta. Ainda de acordo com o órgão, caso recebam alguma ligação, os proprietários dos estabelecimentos devem entrar em contato com a Covisa.

“Queremos comunicar e orientar a população para que ninguém seja vítima de falsos fiscais. Acho importante também que a pessoa leve o caso à polícia, para que seja feita uma investigação. Casos assim estão acontecendo em todo o Estado”, disse o coordenador especial da Vigilância Sanitária, Bruno Paes.

Todo o valor cobrado relativo às fiscalizações, em casos previstos em lei, é feito por meio da emissão do Documento de Arrecadação Municipal (DAM). Nenhuma taxa é cobrada através de transferência bancária e, caso alguém tente fazer dessa forma, o comerciante deve entrar em contato com a Covisa.

Em caso de dúvidas, o contato com a Vigilância Sanitária pode ser feito por meio do telefone 2762-0935, e-mail visa@macae.rj.gov.br ou na sede, na Avenida José de Aguiar Franco, 2150 – Costa do Sol.


Mais do SFn