sexta-feira , 23 agosto 2019

Visitas são suspensas em presídio de Campos após detento ser diagnosticado com meningite Um segundo detento foi internado com sintomas parecidos do primeiro caso, mas foi descartada, após o resultado dos exames, a contração da meningite deste segundo

Um segundo detento foi internado com sintomas parecidos do primeiro caso, mas foi descartada, após o resultado dos exames, a contração da meningite deste segundo

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) informou que suspendeu as visitas no Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos, após um detento ser diagnosticado com meningite bacteriana. Detentos e servidores que tiveram contato com o preso estão recebendo o tratamento de quimioprofilaxia.

A decisão foi da Vara de Execuções Penais, que também suspendeu qualquer saída e entrada de presos da unidade temporariamente em caráter emergencial. Segundo a SEAP, a suspensão será mantida até o dia 23 como medida de prevenção.

“Ressaltamos que a SEAP, por meio de sua coordenação de Saúde, já está tomando todas as providências cabíveis e os detentos e servidores que tiveram contato com o preso estão recebendo o tratamento de quimioprofilaxia”, diz a nota enviada pela SEAP.

Outro detento foi encaminhado ao hospital com sintomas parecidos do primeiro caso, mas foi descartada, após o resultado dos exames, a contração da meningite pelo outro detento.


Mais do SFn