Viva Nossa Senhora! Dia da padroeira é celebrado com programação especial em São Fidélis Ao longo de um mês, fiéis participaram de missas, procissões e cavalgada, e nesta quinta a festa chega ao seu ponto alto

Ao longo de um mês, fiéis participaram de missas, procissões e cavalgada, e nesta quinta a festa chega ao seu ponto alto

Milhares de fiéis celebram neste dia 12 de outubro o Dia de Nossa Senhora Aparecida e em São Fidélis, que possui uma paróquia para homenagear a santa e o padroeiro da cidade, a data também está sendo marcada por muita celebração.

A devoção especial que os católicos têm por Nossa Senhora, segundo o Padre Gaspar Pelegrini, da Paróquia de Nossa Senhora e São Fidélis, se deve a ligação que ela tem com Jesus.

“Cada um de nós tem uma missão, Nossa Senhora teve uma especial, ela foi escolhida por Deus para ser a mãe do salvador e por essa proximidade que ela tem com Jesus nós temos por ela um amor especial. É claro que ela não toma o lugar de Jesus, pelo contrário, ela nos conduz a Ele” – explicou.  

O padre contou ainda como esta devoção se espalhou pelo país e como a santa se tornou a padroeira.  “No ano de 1717 aconteceu o milagre que os pescadores encontraram a imagem no Rio Paraíba e era a imagem de Nossa Senhora da Conceição. Foi encontrada com a cabeça separada do corpo. Pelo fato dela ter aparecido nas águas, o povo começou a apelidar aquela santinha de Nossa Senhora Aparecida e ai terminou virando um título mariano. Pelos milagres que foram acontecendo, principalmente pela transformação das vidas das pessoas essa devoção foi se espalhando pelo país ao ponto que ela foi proclamada a padroeira do Brasil”.

Neste ano, são celebrados os 300 anos de encontro da imagem, que de acordo com o padre, são de bênçãos e muitas graças para o Brasil. Em São Fidélis, as celebrações começaram há um mês.

“Nós fizemos uma preparação de um mês, no dia 12 de setembro fizemos a abertura do mês da padroeira, durante esse mês tivemos celebrações na igreja, temos as bandeiras de Nossa Senhora que visitaram as capelas, as casas, os colégios. Fizemos a novena, com uma pequena procissão todos os dias e celebração com padre de outras cidades.  Tivemos também  a cavalgada, que foi um momento muito bonito” – contou o padre.

Nesta quinta, acontece o ponto alto da festa. Pela manhã foi realizada a missa das crianças e queima de fogos às 12h. Já às 18h acontece a missa com o Bispo Dom Fernando Rifam, seguida de procissão e encerrando as celebrações haverá o auto da padroeira, uma grande encenação da história de Nossa Senhora Aparecida.


Mais do SFn