quarta-feira , 23 agosto 2017

Vivo: novo rompimento de cabo deixa SF sem sinal

Antenas Vinnicius Cremonez

Mais uma vez os moradores de São Fidélis que são clientes da Operadora de Telefonia Móvel Vivo, ficaram sem sinal. O problema que vem se tornando frequente no município, está trazendo prejuízo para população e empresas.

Segundo a vivo, o rompimento de um cabo de fibra óptica na BR 101, deixou os moradores sem a utilização dos serviços de voz e banda larga. O problema começou por volta de 12h30 da tarde de terça-feira(18) e só foi normalizado por volta de 21h30.

qrgy8gruijfoAinda segundo a Vivo, os problemas de falhas na região devem-se a obras de terceiros para duplicação da  BR 101 e a atos de vandalismo contra cabos da rede de fibra ótica da operadora.

Confira na íntegra a nota enviada pela Vivo à nossa redação:

NOTA A IMPRENSA

A Telefônica Vivo informa que, desde as 12h30 de hoje(18), clientes da empresa em São Fidélis, no Estado do Rio de Janeiro, podem estar encontrando dificuldades na utilização nos serviços de voz e banda larga, devido a rompimento de cabo de fibra óptica na BR 101.

Assim que o problema foi detectado, a companhia mobilizou equipes técnicas para normalizar a situação no menor prazo possível. A Telefônica Vivo voltará a prestar esclarecimentos tão logo haja informações sobre o restabelecimento dos serviços.

A Telefônica esclarece que as falhas na região devem-se a obras de terceiros para duplicação da  BR 101 e a atos de vandalismo contra cabos da rede de fibra ótica da operadora.

A AutoPista Fluminense informou por meio de nota que rompimento de fibra óptica ocorreu no km 59, e foi ocasionado por uma empresa terceirizada que prestava serviço de implantação de defensa metálica às margens da rodovia.

Veja a nota na íntegra:

“A Autopista Fluminense informa que, no dia 18 de fevereiro, houve um rompimento de fibra óptica no km 59 da BR-101/RJ (região de Campos dos Goytacazes), ocasionado por uma empresa terceirizada que prestava serviço de implantação de defensa metálica às margens da rodovia. Na semana passada, no km 61, o rompimento de fibra óptica foi causado por uma empresa não contratada pela concessionária, que realizava um serviço não autorizado dentro da faixa de domínio da rodovia. Nessas duas situações, a concessionária providenciou o reparo do cabeamento de fibra óptica no mesmo dia.

A Autopista Fluminense informa também que todas as empresas contratadas, que realizam obras dentro da faixa de domínio da rodovia, recebem orientações técnicas e projetos contendo as localizações e profundidade dos dutos por onde passa a fibra óptica. Sobre obras não autorizadas dentro da faixa de domínio, a concessionária informa que, assim que esse serviço foi identificado, solicitou a paralisação das atividades e notificou a empresa responsável, uma vez que esta deve obter autorização prévia para realizar qualquer intervenção dentro da faixa de domínio”.


Mais do SFn

SFn